domingo, 9 de março de 2014

BRASIL: ESTADO DO RIO DE JANEIRO I - MONUMENTOS HISTÓRICOS - 
 HISTORIC MONUMENTS OF STATE OF RIO DE JANEIRO

I - SÉCULO XVI
Colégio de Santo Inácio do Morro do Castelo (1567,  1763, 1768, 1813, 1895)
Localização: Rio de Janeiro. Centro. Morro do Castelo
            Colégio fundado pelo Jesuíta Manoel da Nóbrega, como o terceiro do país.  Em 1763, após a expulsão dos Jesuítas, sofreu reformas para abrigar os Governadores, mas em 1768, após nova reforma, abrigou o Hospital Militar. Em 1902 o Hospital Militar é definitivamente transferido para Benfica e o antigo edifício passou a albergar o Hospital Infantil São Zacarias. Em 1922 foi demolida junto com o arrasamento do Morro do Castelo. DEMOLIDO

Fortaleza de São Sebastião do Castelo, depois Forte de São Januário (1568-1572, 1713)
Localização: Rio de Janeiro. Centro. Morro do Castelo.
      Fortificação do núcleo inicial da cidade no Morro do Castelo, criada entre 1568 e 1572, foi expandida em 1713, sendo abandonada em 1831. Em 1922 foi demolida junto com o arrasamento do Morro do Castelo. DEMOLIDA


Igreja de São Sebastião do Morro do Castelo (1568-1572, 1578-1583, 1882)
Localização: Rio de Janeiro. Centro. Morro do Castelo.
         Primeira igreja do Rio de Janeiro, construída no alto do Morro do Castelo, criada entre 1568 e 1583. Foi a primeira matriz da cidade em 1569 e primeira catedral em 1676. Em 1733 a Sé foi transferida para a a Igreja da Santa Cruz dos Militares. A igreja semiabandonada foi reformada pelos Capuchinhos a partir de 1861. Em 1922 foi demolida junto com o arrasamento do Morro do Castelo. DEMOLIDA

Igreja de Santo Inácio do Morro do Castelo (Igreja de Bom Jesus dos Perdões) (1585-1588)
Localização: Rio de Janeiro. Centro. Morro do Castelo. 
     Igreja ereta pelos Jesuítas entre 1585 e 1588 para servir de capela do Colégio dos Jesuítas anexo. Em 1922 foi demolida junto com o arrasamento do Morro do Castelo. DEMOLIDA

II - SÉCULO XVII
Igreja de Nossa Senhora da Apresentação de Irajá (1613, 1743-1747)
Localização: Rio de Janeiro, Irajá
     É considerada a igreja mais antiga ainda existente na cidade. Sua construção se iniciou em 1613 e foi reformada entre 1743 e 1747, tomando aproximadamente o aspecto atual. Em fins do século XX os altares de madeira originais foram retirados e substituídos por altares embutidos de alvenaria, reduzindo-se o número de altares laterais para 2 de cada lado.

Fazenda Columbandê: Casa Grande (1620, 1740, 1969) e Capela de Nossa Senhora de Santana (antiga Nossa Senhora de Montserrat) (1618, 1740)
Localização: São Gonçalo. 1º. Distrito Colubandê
     Conjunto arquitetônico formado de Capela e Casa grande de Fazenda, em bom estado de preservação. Foram construídos em 1618 e 1620 e reformados em 1740

Igreja de São Lourenço dos Índios (1627, 1759)
Localização: Niterói, São Lourenço
    É a igreja mais antiga de Niterói, ereta pelos Jesuítas em 1627, sobre uma capela anterior de taipa, construída logo após a criação da Aldeia de Araribóia. Em 1758 ela virou sede de Freguesia e em 1759, com a expulsão dos Jesuítas, passou para o bispado do RJ. Em 1769 ela foi reconstruída tomando a feição atual. Possui um dos mais belos altares maneiristas do Brasil.

Capela Nossa Senhora do Rosário da Fazenda São Bento (1645-1648)
Localização: Duque de Caxias, São Bento
     Foi construída pelos beneditinas entre 1645-1648, na fazenda São Bento, pertencente ao mosteiro homônimo da cidade do Rio de Janeiro, com o nome de Nossa Senhora da Purificação, da Candelária ou das Candeias. Com a criação da Irmandade do Rosário dos Pretos, passou a ser denominada Nossa Senhora do Rosário de Iguaçú. Pertencia à freguesia de Santo Antônio de Jacutinga. Em 1993, a capela desabou; posteriormente foi reformada e encontra-se em bom estado.

Capela de Nossa Senhora da Luz (1647)
Localização: São Gonçalo, Itaoca
        A capela foi construída como capela da fazenda Nossa Senhora da Luz. A fazenda foi destruída, mas a capela sobrevive com muitas características antigas.

Igreja de São Sebastião de Itaipú (1650-1716)
Localização: Niterói, Itaipú
     A Igreja começou a ser construída em 1650, por padres jesuíta e ficou pronta por volta de 1716. Em 1721 foi elevada a condição de paróquia independente. Em 1755 foi fundada a freguesia de São Sebastião de Itaipu. Sofreu restaurações e1839 e 1840-1848. Em 1889 a igreja foi totalmente restauradaEm 1908, por falta de padres, foi abandonada até 1977. Foi então restaurada e voltou a funcionar em 1983.

Igreja de Santa Terezinha do Menino Jesus (São João Batista de Trairaponga) (1660, 1747, 1930)
Localização: Duque de Caxias, Parque Lafaiete
     Fundada como matriz em 1660 com o nome de São João Batista de Trairaponga. Em 1708 entrou em ruínas e a sede da matriz foi transferida. Foi reconstruída em 1747 como São João Batista de Meriti, entrando novamente em ruínas em 1857. Em 1930 foi reconstruída

Igreja de São Francisco Xavier (Niterói) (1662-1696)
Localização: Niterói, São Francisco
     A primitiva capela foi construída em pedra e cal entre os anos de 1662 e 1696, pelos Jesuítas em terras da sua Fazenda do Saco. Em 1869 o templo e as terras adjacentes foram desapropriadas pela coroa, que vendeu a capela e suas alfaias ao governo da Província do Rio de Janeiro. A igreja foi reformada em 1873. Sua fachada foi amplamente alterada, no final do século XIX, tendo sido restaurada a sua fisionomia original, em 1937.

Igreja de Nossa Senhora do Bonsucesso (Piratininga) (1668-1717)
Localização: Niterói, Piratininga
     Construída de 1668 a 1717 na antiga fazenda Piratininga. Sua construção foi feita em sucessivos períodos, contendo, hoje, técnicas mistas de construção - taipa de pilão e alvenaria de pedra e cal - apresentando, ainda, cercaduras de granito e telhas capa-e-canal. A linha arquitetônica atual de igreja é posterior à época citada.

Igreja de Santo Antônio de Cacerebu (1697)
Localização: Itaboraí, 2º. Distrito. Porto das Caixas 
         Uma primitiva capela foi fundada em 1612. Em 1644 vira Igreja Matriz da nova Freguesia de Santo Antônio de Cacerebu. É reerguida em pedra e cal em 1697 e reformada em 1704, 1729, 1745, 1768, 1793-1796) Com as Febres de Macacu, a Vila de santo Antônio de Sá foi despovoada e junto a igreja foi progressivamente abandonada. Em 1868 a vila foi extinta.


III - SÉCULO XVIII
Igreja de São Barnabé (1705, 1947, década de 1950)
Localização: Itaboraí, 3º. Distrito. Itambi
       Inicialmente um aldeamento indígena. A igreja foi ereta em 1705. Com a expulsão dos jesuítas em 1759, a igreja vira matriz e aldeia é elevada a vila. Em 1950 sofre grande reforma,

Igreja de Nossa Senhora do Pilar (Pilar) (1715-1731)
Localização: Duque de Caxias, Pilar
     A atual igreja foi construída de 1715 a 1731 e foi sede da freguesia de Nossa Senhora do Pilar. Seus altares são de madeira dourada muito trabalhados. No entanto, eles precisam de reformas, estando em estado precário.

Igreja de Nossa Senhora da Conceição de Porto das Caixas (1718, 1748, 1901, 1947, 1969-1978, 1979) 
Localização: Itaboraí. Porto das Caixas
      Igreja fundada inicialmente em 1595 pelos jesuítas e que foi reconstruída em 1717 e depois de novo em 1748. Teve amplas reformas em 1947, 1969-1978 e 1979. Possui imagens sacras históricas provenientes do extinto Convento de São Boaventura de Porto das Caixas. Está bastante descaracterizada. Atribui-se um milagre à imagem do Cristo crucificado de seu altar-mor em 1968.

Recolhimento Santa Tereza (Itaipú) (Museu de Arqueologia de Itaipú) (1721-1764)
Localização: Niterói, Itaipú
       Construído a partir de uma capela de 1721, foi inaugurado em 1764. Servia para confinar mulheres desobedientes, desvirtuadas ou abandonadas. Em 1833 passou a servir como asilo e no século XX foi abandonado. Em 1968 recebeu obras de consolidação e conservação-restauração da capela e das paredes de rocha das muralhas. O Recolhimento encontra-se em ruínas e sem telhamento. A capela foi reconstruída no exterior. Nele funciona o Museu de Arqueologia de Itaipú.

Igreja Matriz de São João Batista de Itaboraí (1725-1742, 1767-1782)
Localização: Itaboraí, centro
       No começo de século XVII foi construída a Matriz para a Capela de Nossa Senhora da Conceição, colocada no lugar em que hoje existe a atual Matriz. Em 1676 se deu princípio a nova Igreja, dedicada exclusivamente a São João Batista. Tornou-se capela curada em 1679. Estando já em ruínas constrói-se outro templo em 1684. Em 1696 foi ereta em Vigararia a Capela Curada de S. João de Itaborahy. Em 1725, são iniciadas as obras de reconstrução da Igreja. Em 1742 são inaugurados o altar-mor e a nave principal. Parte da Igreja, principalmente a porta principal, foi renovada pelos anos de 1767 e o Campamento em 1772. No período de 1767-1782 foi mandado construir a sacristia, o consistório e o evangelho. Em 1782 foram renovados os portais da Porta principal e foram feitas muitas outras obras. A igreja recebe reformas em 1955, 1969, 1972, 1973, 2009 e 2010. No momento a igreja encontra-se em restauração.

Igreja de Santana de Japuíba (1732)
Localização: Cachoeiras de Macacu, Japuíba
     Construída como capela de fazenda em 1732, em 1850 virou sede da freguesia de Santana de Japuíba por desmembramento da freguesia da Santíssima Trindade. Em 1923 a capital do município é transferida de Japuíba para a vila de Cachoeiras de Macacu, com a consequente perda de importância de Japuíba e sua igreja. Encontra-se atualmente passando por ampla reforma..

Igreja da Santíssima Trindade de Papucaia (1737-1743)
Localização: Cachoeiras de Macacu, Papucaia (Belém)
     Construída de 1737 a 1743, foi sede da freguesia da Santíssima Trindade até 1854, quando esta passou para a Igreja de Santana de Japuíba, tendo, tendo, então, entrado e decadência e sido abandonada. Atualmente em ruínas

Seminário de São José no Morro do Castelo (1739-1904)
Localização: Rio de Janeiro. Ap 1.1. Centro. Morro do Castelo. 
      Foi construído em 1739 e foi demolido em 1904, mas o seminário continua em novo endereço no bairro do Rio Comprido. DEMOLIDO

Igreja de Nossa Senhora do Rosário da Imaculada Conceição (1743/1753)
Localização: Duque de Caxias, Taquara
     Foi construída em 1743 ou 1753, como capela da fazenda da Taquara.

Igreja Nova dos Jesuítas do Morro do Castelo (1744-1759, 1846)
Localização: Rio de Janeiro. Centro. Morro do Castelo.
      Em 1744 os Jesuítas começaram a construção de uma nova e magnificente igreja no alto do Morro do castelo, para substituir a anterior, de Santo Inácio. Em 1759, com a expulsão dos Jesuítas as obras foram suspensas e nunca se a concluiu. em 1846 suas instalações foram adaptadas para receber o Observatório Astronômico Nacional. Em 1922 o Observatório foi transferido para o Morro de São Januário (São Cristóvão) e a igreja foi demolida junto com o arrasamento do Morro do Castelo. DEMOLIDA

Igreja de Nosso Senhor do Bonfim (1ª metade do século XVIII)
Localização: Itaboraí, Centro
     Foi construída antes de 1742

Igreja de Santa Luzia (1752, 1872)
Localização: Rio de Janeiro. Centro. Rua Santa Luzia
A primitiva capela data de antes de 1592. Em 1752 construiu-se perto da antiga capela uma igreja maior com uma torre sineira. Em 1872 sofreu extensa ampliação e construiu-se  a segunda torre sineira.

Fazenda São Bento: Casa Grande (1754-1757)
Localização: Duque de Caxias, São Bento
     Frei Manuel do Espírito Santo construiu a Casa Grande, sede da fazenda dos Beneditinos, em Duque de Caxias entre 1754 e 1757. O terreno foi desapropriado em 1921 para sediar uma colônia agrícola. Em 1932, parte das terras da fazenda foram incorporadas aos projetos varguistas para a colonização da região. Atualmente encontra-se em estado lastimável.

Igreja de Nossa Senhora do Bonsucesso (Igreja da Misericórdia) (1754-1780, 1822, 1840)
Localização: Centro, Rio de Janeiro
     A igreja foi reconstruída de 1754 a 1780, havendo reforma interna em 1822 e 1840. Em 1922 recebeu o púlpito e os altares da Igreja de santo Inácio demolida.

Fortaleza de São Francisco Xavier (1761) / Nossa Senhora da Conceição de Villegagnon (1775)
Localização: Rio de Janeiro. Centro. Ilha de Villegagnon
        Um forte foi construído por Villegagnon em 1555 e destruído em 1560 por Mem de Sá. Foi seguidamente reconstruída. Em 1761 e 1775 foram as principais ampliações. Entre 1935 e 1938 foi demolida para a construção da Escola Naval, só restando parte das muralhas e o portão. DEMOLIDA

Forte de São Tiago, Casa do trem e Arsenal de Guerra (1567, 1762, 1764, 1822, 1922) 
Localização: Rio de Janeiro. Centro. 
        Um forte foi construído sucessivamente desde a fundação da cidade. Em 1762 foi criada a Casa do Trem, que foi ampliada em 1764. Em 1822 criou-se o Arsenal do Trem. Em 1922 sofreu grande remodelação para a Exposição Internacional de 1922. Neste mesmo ano virou o Museu Histórico Nacional. Em 1939 demoliu-se a parte anterior (Forte de São Thiago). PARCIALMENTE DEMOLIDO

Capela Santa Rita da Posse (Igreja Velha de Xerém) (1766-1768)
Localização: Duque de Caxias, Xerém
          Foi construída de 1766 a 1768 como capela da fazenda da Posse. Atualmente está em ruínas

Passeio Público do Rio de Janeiro (1776-1789, 1860, 1922, 1938, 2004)
Localização: Rio de Janeiro, Bairro da Lapa
       Foi construído como um parque por Mestre Valentim de 1779 a 1783. Sofreu uma grande reforma em 1860 por Glaziou e muitas outras menores, sendo as principais as de 1922, 1938 e 2004.

Convento São Boaventura (1786-1788)
Localização: Município de Itaboraí, 2º. Distrito. Porto das Caixas. 
           O Convento primitivo foi construído de 1660 a 1670. Foi o 5º Convento Franciscano fundado no Brasil e tornou-se um dos principais centros de Noviciado Franciscano do país, entre 1672 e 1784. O convento foi reconstruído entre 1786 e 1788, incluindo o convento propriamente dito, a Igreja Conventual e a Igreja da Ordem Terceira. Com as Febres de Macacu, após 1829, a Vila de Santo Antônio de Sá entrou em decadência, e o convento junto. Em 1841 o convento foi fechado.

Capela de Nossa Senhora do Carmo da Fazenda do Carmo (século XVIII)
Localização: Cachoeiras de Macacu, Guapiaçú
        Construída como capela de fazenda dos Carmelitas em Guapiaçú, antes do ano de 1794; a fazenda produzia açúcar, tinha uma significativa criação de rebanhos bovinos e nela se extraía muita madeira. A antiga Fazenda do Carmo é atualmente propriedade da Cervejaria Schincariol que demoliu o que restou do histórico Convento das Carmelitas. A capela de Nossa Senhora do Carmo sofreu reformas.

IV - SÉCULO XIX
Palacete do Visconde de Itaboraí (1803-1810)
Localização: Itaboraí, Centro
     Construção de 1803-1810 que inicialmente foi residência do Visconde de Itaboraí. O palacete servia de hospedagem para a família Real quando esta visitava Itaboraí. Em fins do século XIX foi sede da Casa de Caridade São João Batista. Em 1969, já bastante desfigurado, o prédio sofre incêndio, ficando em estado de ruínas. Foi reconstruído pelo Governo Estadual, que nele realiza obras de reconstrução, adaptando-o internamente ao seu novo uso como Fórum Municipal, cuja inauguração se deu em 1974. Em 2000, o Fórum é transferido e após ampla reforma o prédio passou a ser a sede da Prefeitura Municipal de Itaboraí.


Igreja Matriz de São Gonçalo do Amarante (1806-1820, 1970)
Localização: São Gonçalo. 1º. Distrito Centro. Centro.
A construção original é de cerca de 1629, no entanto foi ampliada de 1806-1820. Na década de 1970 sofreu uma grande reforma.

Igreja de São José (1808-1842)
Localização: Rio de Janeiro, centro
           Última reconstrução de uma capela dedica a São José e datada de 1608. É sede da freguesia de São josé.

Casa de Cultura Heloísa Alberto Torres (1810-1815)
Localização: Itaboraí, Centro
     Construção de 1810-1825, que em 1825 passou a funcionar como residência de famílias abastadas. Em 1995 virou Centro cultural.

Capela de Santo Antônio
Localização: Itaboraí, Porto das Caixas
       Capela construída em 1822, para uso da população da região.

Igreja de São José da Boa Morte (1834)
Localização: Cachoeiras de Macacu, São José da Boa Morte
     Em 1734 foi construída uma capela de pau a pique, que foi demolida e reconstruída em 1834, quando a igreja se tornou sede da freguesia de São José da Boa Morte. Foi posteriormente abandonada e hoje se encontra em ruínas.



Câmara Municipal de Itaboraí (Antiga Casa de Câmara e Cadeia) (1836-1840)
Localização: Itaboraí, Centro.
     Construção de 1836-1840 para servir de Casa de Câmara e Cadeia. Em 1922 passou a abrigar a Prefeitura Municipal e em 1962 a Cadeia mudou-se para outro imóvel. Em 1994 a Prefeitura mudou-se e o imóvel passou a abrigar apenas a Câmara Municipal.


Hotel Pharoux (antes de 1838-1959)
Localização: Rio de Janeiro, Centro
         Foi o primeiro hotel no Rio de Janeiro de padrão europeu, estabelecido na Praça XV em 1838. Em 1864 virou um Hospital e em1959 foi demolido. DEMOLIDO

Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro (1842-1853, 1876)
Localização: Rio de Janeiro, Centro.
        O prédio atual foi construído de 1842 e 1852, com adições posteriores no exterior e no interior.


Igreja de Nossa Senhora da Conceição de Pachecos (1844)
Localização: São Gonçalo, 3º. Distrito. Pacheco.
        Construção de 1844, mas muito descaracterizada; ainda possui portas e imagem de Nossa Senhora do século XIX.

Loja Maçônica Concórdia Segunda (1844-1850)
Localização: Itaboraí, Centro.
     Construção de 1844-1850 para servir de sede à Loja Maçônica Concórdia Segunda. Com a mudança da Loja para Rio Bonito, em 1910, o prédio foi abandonado e caiu em ruínas. Em 1946, ao retornar a Loja para Itaboraí, o edifício é reconstruído, aproveitando-se o frontão do edifício anterior, ainda existente.

Fonte da Carioca (1845-1858)
Localização: Itaboraí, Centro
     Com a construção da igreja matriz de São João Batista de Itaboraí, a água da fonte pública que ali se situava foi canalizada e conduzida para a Fonte da Carioca, construída entre 1845 e 1858. A fonte foi durante muitos anos a principal forma de abastecimento de água potável da região. E décadas mais tarde tornou-se a principal área de lazer para a população local. Foi reformada em 1986.

Igreja de Nossa Senhora da Conceição de Cascadura (Século XIX)
Localização: Rio de Janeiro, Cascadura
     Igreja da segunda metade do século XIX.

Igreja de Santo Cristo dos Milagres (1862-1879)
Localização: Rio de Janeiro, Centro, Santo Cristo
        Em 1850, homens vindos dos Açores trouxeram de lá a imagem do "Ecce Homo", o Senhor Santo Cristo dos Milagres, sendo construída uma capelinha a beira mar e nela é constituída a Irmandade de Santo Cristo dos Milagres. Uma igreja maior é construída de 1862 a 1879 e em 1901 a igreja é elevada a categoria de Igreja Matriz. A igreja alberga a primeira imagem de Nossa Senhora de Fátima trazida de Portugal para o Brasil no século 16 e a imagem de Santo Cristo, talhada em madeira.

Museu Naval (1868, 2008)
Localização: Rio de Janeiro. Centro. 
       Prédio construído em 1868 para albergar o Clube naval e que posteriormente albergou vários departamentos navais, inclusive o Almirantado. Em 1972 passou a albergar o Museu Naval.

Casa da Grota (1870)
Localização: São João de Meriti, Venda Velha
        Casa da fazenda da família de Antônio Teles de Menezes, construída cerca de 1870

Sítio Carioca (1870)
Localização: São João de Meriti, Venda Velha
       Casa da fazenda da família de Antônio Teles de Menezes, construída cerca de 1870. Atualmente está abandonada e depredada.

Antigo Ministério da Indústria, Viação e Obras Públicas (1871-1875, décad de 1930
Localização: Rio de Janeiro, Centro, Santo Cristo
       Foi construído entre 1871 e 1874 e inaugurado em 1875, para servir ao Ministério da Indústria, Viação e Obras Públicas. Foi demolido na década de 1930. DEMOLIDO

Casarão antigo (Japuiba) (Cerca de 1875)
Localização: Cachoeiras de Macacu, Japuíba (Bertholdo Duarte)
     Casarão em estilo eclético construído pelo comerciante português Bertholdo Duarte, cerca de 1875, para servir de armazém. O imóvel continua na família e serve atualmente de armazém e bar.


Igreja de São Lourenço da Várzea (1873-1892)
Localização: Niterói, Fonseca.
     Construída entre 1873 e 1892 para servir de matriz à freguesia de São Lourenço devido ao pequeno tamanho e mal estado de conservação da igreja de São Lourenço dos Índios

Igreja da Matriz de São João Batista de Meriti (1875-1886, 1932-1938, 1950-1960)
Localização: São João de Meriti, Centro
     A igreja foi construída em forma modesta de 1875 a 1886. Em 1932, por se tornar sede da matriz de São João de Meriti, foi expandida, sendo inaugurada em 1938. Em 1950-1960 sofreu uma profunda reforma que alterou bastante sua fachada.

Chafariz do Monroe (1878, 1962, 1979)
Localização: Rio de Janeiro, Centro
     Chafariz erguido em 1878 na Praça XV e que em 1962 foi transferido para a Praça da Bandeira e em 1979, foi transferido para o local onde ficava o Palácio Monroe.

Procuradoria Geral do Estado do Rio de Janeiro (Atual Emerj) (1884-1887, 1905-1908, 2011-2012)
Localização: Rio de Janeiro. Centro. 
        Prédio construído entre 1884-1887 para servir de sede à Caixa Econômica e Monte do Socorro. Ele foi ampliado em 1905-1907 e, a partir de 1940, passou a sediar a Procuradoria Geral do Estado do Rio de Janeiro. Em 2011-2012 o prédio sofreu nova reforma e passou a sediar a EMERJ.

Antiga Secretaria de Educação e Cultura (atual Secretaria Municipal de Trabalho e Renda) (1885-1890)
Localização: Itaboraí, Centro.
     Construção de 1885-1890, como casa de classe média, foi adquirida e reformada em 1986.  


Igreja de São Domingos de Gusmão (1898-1901, 1907, 1933, 1938)
Localização: Niterói. São Domingos.
       A igreja original datava de antes de 1652, mas foi reconstruída em 1898-1901 e sofreu reformas posteriores. Antes da independência recebeu várias vezes a visitas de Don João VI e sua corte.

V - SÉCULO XX
Capela do Sagrado Coração de Jesus (Início do século XX)
Localização: Cachoeiras de Macacu, Faraó de Cima
     Construída como capela de fazenda no início do século XX, passou por recente reforma.

Monumento ao jurista Teixeira de Freitas (1905, 1910, 1993)
Localização: Rio de Janeiro. Centro. 
          Estátua erigida em 1905, depois transladada em 1910 e finalmente colocada em seu local atual em 1993.

Mercado Municipal (1907-1962)
Localização: Rio de Janeiro. Centro. 
         Mercado público, principalmente para gêneros alimentícios, construído em 1907 e demolido em 1962, só restando um torreão, que atualmente alberga o restaurante Albamar. PARCIALMENTE DEMOLIDO


Igreja de Nossa Senhora da Conceição de Nilópolis (1920-1928)

Localização: Nilópolis. Centro
          A igreja foi construída de 1920 a 1928 e em 1928 foi criada a paróquia de Nossa Senhora da Conceição, com esta igreja como matriz.

Museu da Imagem e do Som (Pavilhão da Administração e Distrito Federal - Exposição Internacional de 1922) (1921-1922)
Localização: Rio de Janeiro, Centro
       Prédio em estilo eclético construído em 1921-1922 para abrigar o Pavilhão da Administração e Distrito Federal na Exposição Internacional de 1922, comemorativa do centenário da Independência do Brasil. A partir de 1965 passou a abrigar o Museu da Imagem e do Som.


Academia Brasileira de Letras (Pavilhão da França - Exposição Internacional de 1922) (1921-1922)
Localização: Rio de Janeiro. Centro.
        Prédio em estilo neoclássico construído em 1921-1922 para abrigar o Pavilhão da França na Exposição Internacional de 1922, comemorativa do centenário da Independência do Brasil. Em 1923 foi doado pelo Governo francês para abrigar a Academia Brasileira de Letras.

Centro Cultural da Saúde (Pavilhão da Estatística - Exposição Internacional de 1922) (1921-1922)
Localização: Rio de Janeiro. Centro.
        Prédio em estilo Luís XVI construído em 1921-1922 para abrigar o Pavilhão da Estatística na Exposição Internacional de 1922, comemorativa do centenário da Independência do Brasil. Em 2001 foi transformado em Centro Cultural da Saúde.

Palácio da Justiça (Museu da Justiça) (1926, 2009-2010)
Localização: Rio de Janeiro. Centro.
         Prédio construído em 1926 em estilo eclético, que albergou vários órgãos judiciais e que em 1988 virou Museu da Justiça.

Prédio do Antigo Grupo Escolar Quintino Bocaiúva (1926-1930)
Localização: Cachoeiras de Macacu, Centro
     Prédio em estilo neoclássico construído de 1926 a 1930; em 1979 a escola passou para um novo imóvel e atualmente o antigo edifício encontra-se em reformas.

Fórum Desembargador Felício Panza (1928-1933)
Localização: Cachoeiras de Macacu, Centro
      Prédio em estilo neoclássico construído de 1928 a 1933; e1990 o prédio sofreu reformas que descaracterizaram seu interior, mas não alteraram o exterior. Em 2010 o fórum de Cachoeiras de Macacu foi transferido para um prédio novo construído na entrada da cidade, passando a funcionar no prédio a Secretaria Municipal de Educação.

Monumento a Amizade Brasil EUA (1922, 1931, 1942)
Localização: Rio de Janeiro. Centro. 
         Escultura doada Câmera de Comércio Americana em 1922, mas que, só foi inaugurado em 1931 na Praça Estados Unidos. Em 1942 foi reinaugurada na Praça 4 de Julho em um pedestal maior.

Igreja do Sagrado Coração de Jesus (1936-1938)
Localização: Cachoeiras de Macacu, Centro
     Construída inicialmente em 1895 como igreja de Nossa senhora da Conceição, foi reconstruída entre 1936 a 1938, mas mantendo as características da igreja anterior. Como fosse pequena demais para continuar sendo matriz, foi construída uma nova matriz com mesmo nome a algumas quadras de distância, o que fez  com que em 1968 seu nome fosse mudado para Igreja do Sagrado Coração de Jesus. 

Monumento ao Marechal Deodoro da Fonseca (1937)
Localização: Rio de Janeiro, Centro. 
     Inaugurada em 1937 em homenagem ao proclamador da República

Superintendência da Receita Federal (Antigo Ministério da Fazenda) (1937-1943)
Localização: Rio de Janeiro, Centro. Castelo.
       Construído entre 1937 e 1943 para servir de sede ao Ministério da Fazenda. Apresenta um pórtico monumental em estilo neoclássico com colunas dóricas e métopas representando as fontes de riqueza do país. Na década de 1960, com a mudança da capital para Brasília, passou a sediar a Superintendência da Receita Federal 

Monumento a Santander (1941)
Localização: Rio de Janeiro, Centro
            Escultura doada pela Colômbia e inaugurada em 1941.

Igreja de Nossa Senhora das Graças (Agostinho Porto) (1949)
Localização: São João de Meriti, Agostinho Porto
        Inaugurada em 1949, em estilo seiscentista italiano

Teatro João Caetano (1824, 1867-1974, 1983)
Localização: Itaboraí, Centro
     Construído em 1824 e depois novamente em 1867, tinha entre os frequentadores membros da Corte, como a princesa Isabel, e famílias abastadas da região, tendo seu período áureo no século XIX. O teatro sofreu algumas mudanças e adaptações em 1924 e 1927, sendo reformado na década de 1960. Entrou em ruínas e foi demolido em 1974. Foi reconstruído semelhante ao anterior em 1983.