domingo, 13 de abril de 2014

BRASIL: RJ: RIO DE JANEIRO: 
Monumento ao Marechal Deodoro da Fonseca - 
Monument to Marshal Deodoro da Fonseca

1 – Localização:
Município do Rio de Janeiro. Ap 1.1. Centro. Praça Marechal Deodoro da Fonseca (-22.914024, -43.175116)
2 – Histórico:
O monumento em bronze foi obra do escultor fluminense Modestino Kanto. Com a presença do presidente da República, ministros de Estado, autoridades civis e militares, teve lugar no dia 15 de novembro de 1937, às 10 horas da manhã, a solenidade da inauguração do monumento, mandado erigir pelo Governo da União. A população afluiu em massa ao local onde se realizava a cerimônia. A guarda do monumento foi confiada a um contingente da Policia Especial, até que, por volta das 9 horas, foi substituída por uma guarda de honra de alunos da Escola Militar. Grandes bandeiras verdes e amarelas cobriam inteiramente as quatro faces do pedestal. Formaram 10.000 homens, sob o comando do general Silva Júnior, comandante da Segunda Brigada de Infantaria, com efetivos do Regimento dos Fuzileiros Navais, a Polícia Militar, a banda do Corpo de Bombeiros, o 1.º Regimento de Cavalaria Divisionário e as escolas Militar e Naval. Desfilaram, também, numerosos alunos das escolas públicas e particulares. No palanque presidencial, além do Sr. Getúlio Vargas e suas Casas Civil e Militar, e ministros de Estado, encontravam-se, também, o cardeal D. Sebastião Leme, que se fazia acompanhar do Núncio Apostólico, monsenhor Aloisi Masella, os generais Góis Monteiro, Almério de Moura, Raimundo Barbosa, Newton Cavalcanti, representantes do Corpo Diplomático e membros das missões militares. Uma esquadrilha de aviões do Exército fez evoluções sobre o local.
3 – Descrição:

O monumento fica no centro da Praça Marechal Deodoro da Fonseca e é cercado por uma grade de ferro. A escadaria tem a altura de 10,10 metros, sendo de 23 metros a altura total do monumento. Ele pesa 850 toneladas. É formado por uma escadaria de pedra, sobre a qual se assenta o pedestal retangular de granito de Petropólis e no alto a escultura equestre de bronze de Deodoro da Fonseca. A escadaria é quadrada e é formada de 6 degraus de pedra rodeando o monumento dos quatro lados. Sobre a escadaria, em diagonal sobre o eixo desta, fica o pedestal de granito estilo art déco de cerca de 10m de altura e forma retangular. Em cada canto do pedestal há um pilar elevado com um grupo escultórico em bronze. No pilar anterior direito há esculpido em bronze os vultos da época da Proclamação: o major Sólon, o tenente-coronel João Teles, o coronel Marciano de Magalhães, o general Almeida Barreto e os marechais Câmara e Floriano Peixoto. No pilar anterior esquerdo, também há esculpido em bronze a mocidade da antiga Escola Militar, conduzida por Benjamim Constant. Nos pilares posteriores estão esculpidos em bronze, representando a Marinha de Guerra, as figuras de Wandenkolk, de Alexandrino, de Lorena e outros e, representando os jornalistas e os republicanos históricos, as figuras Quintino Bocaiúva, Saldanha Marinho, Júlio de Castilhos, Aristides Lobo, João Pinheiro e Prudente de Morais. Na frente do pedestal em um pequeno pilar está esculpida em bronze uma mulher em pé, simbolizando República. Na traseira do pedestal em um pequeno pilar está esculpida em bronze uma mulher sentada, representando D. Rosa Paulina da Fonseca, mãe de Deodoro. Entre os pilares do pedestal há 5 baixos-relevos, nos lados maiores, e 3 nos lados menores, representando Rui Barbosa, Campos Sales, Lauro Muller, capitão Pedro Paulino, Silva Jardim, Glicério, Cesário Alvim, Lopes Trovão, padre João Manuel, Martins Júnior, Clodoaldo da Fonseca, Vespasiano, Mallet, Mena Barreto e Sampaio Ferraz. No alto do pedestal, com a frente virada para a baía, há a estátua equestre do marechal Deodoro da Fonseca retratado acenando o boné com a mão direita, no momento decisivo da Proclamação da República na manhã de 15 de novembro de 1889
4- Visitação:
Fica em uma praça pública podendo ser visitado a qualquer hora
5 - Bibliografia

Monument to Marshal Deodoro da Fonseca: Brazil, State of Rio de Janeiro, City of Rio de Janeiro, Downtown
         It is a monument erected in 1937 to the proclaimer of the Republic in Brazil, Marshal Deodoro da Fonseca.
Foto satélite google. A praça poligonal a noroeste é o Passeio Público. A praça com um círculo no centro,
ao norte, é o Chafariz do Monroe
Observe nesta foto antiga que ainda não há a grade envolta do monumento.
Monumento ao Marechal Deodoro, M. Baldi, 1938
Monumento visto do alto e de trás, 1971
Frente. Observe que o pedestal está em
diagonal  ao eixo dos degraus. A mulher ao
 centro simboliza a República (foto do autor)
Frente. Observe a mulher ao centro simbolizando a República e as esculturas
dos lados de republicanos e entre os pilares baixos-relevos de republicanos
 (foto do autor)
Lado direito. Observe que o pedestal está em diagonal ao eixo dos degraus.
(foto do autor)

Lado direito e traseira. (foto do autor)
Lado direito (foto do autor)
Lado esquerdo. Observe Deodoro
acenando o boné (foto do autor)

Lado esquerdo. (foto do autor)
Lado esquerdo. Observe Deodoro
acenando o boné (foto do autor)

Traseira. A mulher sentada é a mãe de  Deodoro (foto do autor)
Traseira. A mulher sentada é a mãe de  Deodoro
 (foto do autor)